Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

O erro de Ferreira Leite

Ajudar a tesouraria das empresas é necessário para evitar falências, protegendo algum emprego, amparando algumas quedas de uma crise muito violenta. O tal "abalo". Mas teremos melhores resultados tentando igualmente proteger os planos de crescimento das pequenas empresas que, tendo nichos de mercado para crescer ou novos produtos para colocar, não sofram com o estrangulamento do crédito a que o sistema financeiro se terá que adaptar nos próximos anos. Os bancos já estão a anunciar o PME Invest IV, onde já participaram 25 mil empresas. Como é que isto é "ignorar as PMEs"? Só 10%? E isso é pouco em menos de um ano? Mas também me parece que, centrar uma política económica na liquidez de algumas empresas, como parece ser a intenção deste PSD, é muito redutor.

Pensar o país a médio prazo exige outro tipo de políticas. Outro tipo de ambição. Não bastam promessas de ajuda aos pequenos empresários. É preciso ter uma ideia sobre o que Portugal será no futuro.

As propostas do PSD são o regresso ao país pobre e remediado, resignado com o seu isolamento, incapaz de assumir desafios. Em alturas de crise é natural que tenhamos receio, e muitas dúvidas, mas é obrigação dos líderes enfrentar o desafio e assumir o risco próprio dos empreendedores. Só assim se combate esta crise.

O investimento público não é só despesa, deve representar também uma visão de futuro. A alternativa é resignar, baixar os braços, e esperar que a crise passe, enquanto os outros, também vão passando por nós.  

7 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Pode dar mais detalhes?

  • Paulo Pinto

    por acaso, a expressão do "saber só de experiência...

  • Luís Lavoura

    o melhor método que temos à nossa disposição para ...

  • Luís Lavoura

    É preciso um certo cuidado, pois o facto de algo n...

  • Filipe Gomes

    O problema das medicinas alternativas é o facto de...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

blogs

media