Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

brigada do cilício goes to the market

nunca entendi os motivos de uma lei (ou lá o que é) que impede a abertura dos hipermercados e grandes supermercados ao fim de semana. os motivos alegados a época (creio que do governo de antónio guterres) foram 'a protecção do comércio tradicional' e 'a protecção da família' e outras coisas que tais. em grande destaque na luta pela proibição de abertura esteve a hierarquia da igreja católica portuguesa, preocupadíssima coma possibilidade de os seus 'fiéis' preferirem ir comprar pescada congelada e douradinhos para o hiper em vez de ouvir o pároco na missa. agora, o assunto volta a ser debatido, por via da existencia de uma petição de 250 mil assinaturas que solicitam a reapreciação da medida. ouvi dizer (creio que na tsf, mas posso ter percebido mal) que o secretário de estado da tutela já teria dito ser favorável a alteração. a idiotice da medida é tão gritante que custa a crer como foi possível tomá-la e mante-la. até admira que ninguém tenha proposto que se fechassem os centros comerciais, os aeroportos, as estações de comboios e, já agora, as tvs e os jornais ao fim de semana, para que 'os portugueses' pudessem conviver com a família e comungar e essas coisas todas. a conferencia episcopal ainda não veio fazer, nesta matéria, as suas doutas recomendações ao governo. mas pela blogosfera fora, pasma-se: então não é que a brigada do cilicio resolveu fazer campanha pela abertura das grandes superfícies, contra a opinião dos pais espirituais? das duas uma: ou resolveram fracturantemente auto-excomungar-se, planeando passar os santos domingos a encher os carrinhos de vitualhas e gulodices e quiçá até dvds incluindo cenas de nudez, ou desconhecem estar, na sua cruzada, a ir não contra só contra o horripilante e totalitário dirigismo do estado como, sobretudo, contra 'a família tradicional' e 'o culto do senhor' e assim. credo: deve ser terrível ser-se fracturado entre a apologia do free market e a crença na infalibilidade da santa madre. uiui. até tou com pena vossa, rapazes.se calhar vão ter de apertar o cilício mais um cachichinho. (just in case: assinei há muito a petição em causa. parece-me um pouco curto o número das assinaturas -- esperava muitas mais)

34 comentários

Comentar post

Pág. 1/4

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Pode dar mais detalhes?

  • Paulo Pinto

    por acaso, a expressão do "saber só de experiência...

  • Luís Lavoura

    o melhor método que temos à nossa disposição para ...

  • Luís Lavoura

    É preciso um certo cuidado, pois o facto de algo n...

  • Filipe Gomes

    O problema das medicinas alternativas é o facto de...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

blogs

media