Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jugular

teaser

mais tarde conto ter tempo para esportular aqui a minha visão sobre a lei anunciada de penalização de quem fume em carros onde se transportam menores.

the writer is, incredibly, portugal's prime minister

'os governos que vieram antes de nós, sobretudo o último, são os únicos culpados de tudo o que correu mal e para eles não havia factores externos imprevisíveis e incontroláveis; a austeridade pode não ser boa para o crescimento, mas se os governos anteriores tivessem aplicado austeridade a economia teria crescido, e nós acreditamos que a austeridade trará crescimento embora temamos que não; se as nossas políticas que estão certíssimas embora sejam de austeridade rápida e forte mas equilibrada não trouxerem crescimento que é coisa que a maioria dos economistas e até o fmi reconhecem que a austeridade não traz e de que a grécia e a irlanda são exemplos vivos e a cores é porque houve coisas imprevisíveis que não pudemos controlar; tudo isto parece uma coisa controversa, até palerma, e devem estar a pensar por que raio resolvi escrever isto mas eu acredito que era a coisa certa para fazer, escrever uma coluna no principal jornal económico mundial a mostrar que sou um completo idiota.'

 

in a nutshell, passos no financial times. se alguém tiver aí um linque com o original (sem registo) para eu pôr aqui, agradeço.

Lamento ter que dizer isto

mas num país que todos os dias desvaloriza um pouco mais a Constituição;

 

em que os valores constitucionais não fazem parte da discussão comunitária, pública, política;

 

que não ensina a Constituição aos mais jovens;

 

que não fomenta a justiça constitucional;

 

em que a classe política tem medo de recorrer ao Tribunal Constitucional;

 

em que os deputados não exigem um escrutínio público, publicitado e severo das convicções jurídico-políticas dos candidatos a juízes,

 

ainda há quem se surpreenda com o estado a que as coisas chegaram?

 

Não sejamos hipócritas.