Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jugular

Mesmo que o spin fosse honesto

Há pouco mais de um ano António José Seguro foi reeleito líder do PS com 93,56% dos votos. Hoje, de acordo com os números que estão apresentados no mural "Seguro 2015", os apoiantes de Seguro que se candidataram às federações contabilizaram 52,2% dos votos*.

 

Ora então vamos lá. Mesmo dando de barato que o Porto, o caso mais paradigmático e diferente - houve uma lista única, formada por apoiantes de ambas as candidaturas, na relação 1/3 "costistas" vs 2/3 "seguristas", e é a maior federação -, seja 100% "segurista" e que a diferença de votos entre "seguristas" e "costistas", em números absolutos e respectivamente, tenha variado de mais 700 votos (fonte: Brilhante Dias na TSF, hoje de manhã) para mais 1200 votos (fonte: Seguro 2015 esta tarde*), uma queda de 41,36% nos votos dentro do aparelho do PS não é motivo para um gajo se questionar? Não quer dizer mesmo nada, nada, nada?

 

*deixo aqui o boneco do mural do FB "Seguro 2015"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E assim são alguns Presidentes de Câmara

Umas abéculas desinformadas, coitados. Expliquem lá ao senhor que não se pode denegrir o nome de ninguém, nem levantar falsos testemunhos, sem consubstanciar as acusações. Aproveitem e expliquem-lhe também que é ao governo - por acaso da sua cor política -, e não à Ordem dos Médicos nem ao seu bastonário, que compete "abrir concursos" médicos e que os médicos estrangeiros directamente contratados pelo SNS trabalham em igualdade de circunstâncias com os médicos portugueses, o que torna ainda mais grave as indignas condições a que estão sujeitos os colegas cubanos (relembro o que aqui escrevi, os valores vindos a público recentemente são os pagos "pelos", e não "aos", médicos cubanos).

 

Este senhor, usando dinheiro do erário público para pagar a técnicos de saúde que trabalham numa instituição privada, pactua com as condições de exploração a que os médicos cubanos estão sujeitos. Haja decência. 

Maldade

Idade aparente bem superior à real, chorosa e muito ansiosa. Ficou desempregada depois de "30 anos de descontos", está no fundo de desemprego. Ao abrigo das formações que os desempregados fazem, cujo nome desconheço, esteve durante uns tempos numa "coisa de costura" e andava não propriamente contente mas serena. A dita formação acabou e agora está "numa coisa onde é preciso ler e escrever muito, só fiz a 2ª classe na escola, depois, há uns tempos, fui para aquelas coisas de ensino de adultos mas não consigo acompanhar os outros". Ainda que toda a gente a tente descansar e lhe diga que não faz mal, a humilhação que sente é constante. Chora o dia todo, tem vómitos, não consegue comer nem dormir decentemente, mas não pode deixar de ir "porque me tiram o subsídio e eu preciso dele para comer". Isto é desumano, não se faz.

"Reincidência louca"*

 

Título da crónica da Fernanda, hoje publicada no DN. 

 

P.S. - Quando vi este excerto da entrevista de Paula Teixeira da Cruz à RTP arrepiei-me com o nível de desinformação exibido pela ministra. Ninguém com a responsabilidade de Paula Teixeira da Cruz pode ser tão ignorante por isso a única justificação para o triste espetáculo que deu é ter querido manipular a opinião pública num tema em que, por motivos óbvio, é fácil ser-se pouco racional. 

Pág. 5/5

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Pode dar mais detalhes?

  • Paulo Pinto

    por acaso, a expressão do "saber só de experiência...

  • Luís Lavoura

    o melhor método que temos à nossa disposição para ...

  • Luís Lavoura

    É preciso um certo cuidado, pois o facto de algo n...

  • Filipe Gomes

    O problema das medicinas alternativas é o facto de...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

blogs

media