Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Estes mullahs são loucos!

Em Abril, Hojatoleslam Kazem Sedighi, o clérigo iraniano que conduz a oração de sexta-feira em Teerão, explicou a origem dos desastres naturais que se abatiam na altura sobre o globo: «Muitas mulheres não se vestem modestamente ... levam os jovens à perdição, corrompem a sua castidade e disseminam o adultério na sociedade, o que (consequentemente) aumenta o número de sismos», explicou.

 

Agora, parece que os tresloucados islâmicos consideram que estas modernices «imorais» são a causa da onda verde que, embora atenuada, ainda varre o país. Assim, resolveram criar um Ministério da Virtude, ou antes, um «council for a strategy on upholding virtue and prohibiting vice» cujo chefe será nomeado pelo Lider Supremo. Enquanto o novo ministro não toma posse, os mais fanáticos devotam-se a implementar medidas preparatórias como a mutilação de manequins, para as tornar menos «imodestas» e tentadoras, ou a publicação de um manual de cortes de cabelo (para homens) autorizados.  A vernissage do «journal of Iranian hairstyles approved by the ministry of [culture and Islamic] guidance» foi recentemente efectuada em Teerão, numa antevisão do lançamento oficial da coisa que será feita ainda este mês no Modesty and Veil Festival.

 

Como o nome do Festival indica, o prato forte da campanha de promoção da moral e «bons» costumes islâmicos são as Evas desavergonhadas que o Conselho dos Guardiães, pelo voz do seu líder, o ayatollah Ahmad Jannati, comparou aos piores criminosos:

Drug traffickers are hanged. Terrorists are executed and robbers are punished for their crimes, but when it comes to the law of God, which is above human rights, [some individuals] stay put and speak about cultural programs. Shall we let badly-veiled women be free in the society to corrupt our youth?

O Ayatollah Ahmad Alam Hoda da Mashhad concordou vivamente com o seu correligionário Jannati,  referindo-se aos adeptos do “hijab-lite”  como uma minoria corrupta. Para evitar que essa minoria se transforme em maioria, a polícia dos costumes está em peso na rua a aplicar o código de «moda» que impõe multas pesadas por frivolices como pintar as unhas ( 10 dólares por unha pintada), os tão execrados bronzeados custam 400 dólares, vestir de forma demasiado fashionable, o que quer que isso seja,  (1000 dólares) ou usar  lenços de cabeça «impróprios» (1300 dólares). Para além disso, a prevenção de tal pouca vergonha vai começar nos infantários,  onde apenas serão permitidos jogos religiosamente correctos e onde será expressamente proibido dançar.

2 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Pode dar mais detalhes?

  • Paulo Pinto

    por acaso, a expressão do "saber só de experiência...

  • Luís Lavoura

    o melhor método que temos à nossa disposição para ...

  • Luís Lavoura

    É preciso um certo cuidado, pois o facto de algo n...

  • Filipe Gomes

    O problema das medicinas alternativas é o facto de...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

blogs

media