Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Apostasias e desatenções

No início da semana, o pastor Youcef Nadarkhani,  convertido ao cristianismo muito jovem, era um ilustre desconhecido que engrossava as fileiras dos iranianos condenados à morte pelas mais espúrias razões.  Hoje, o seu nome está nas primeiras páginas e editoriais da imprensa internacional de referência. Nadarkhani, de 33 anos, preso em 2009 por apostasia, poupado por um recurso do Supremo em Julho, viu o seu "crime" reexaminado por um tribunal de Rasht, num julgamento que  terminou na 4ª feira. Na última sessão, o "criminoso" recusou, mais uma vez, a magnânima oferta judicial: repudiar a sua religião e converter-se ao islamismo dos seus pais. O tribunal provincial de Gilan condenou-o ao mesmo destino do pastor da Assembleia de Deus, Hossein Soodmand, executado em 1990 pelo mesmo "crime": morte por enforcamento.

 

Como refere o advogado do pastor, a apostasia não é, supostamente, crime no Irão, pelo que ele tem esperanças de que a sentença não seja concretizada. Esperemos que a mesma sorte espere os 7 bahai's que tentavam ministrar algum conhecimento aos jovens da sua fé, impedidos de frequentar a universidade, através do Baha'i Institute for Higher Education (BIHE). Um dia antes da sentença de Yocef, começaram a ser julgados no Tribunal Revolucionário de Teerão, sem direito a advogado, preso uns dias antes e, de acordo com o IINS, já foram condenados a 20 anos de prisão.

 

Junto as minhas às muitas críticas que ambos estes casos têm merecido e já assinei e subscrevi tudo o que encontrei para pedir liberdade para os presos do totalitarismo religioso. Só tenho pena de não ter encontrado nenhuma campanha ou sítio onde manifestar a minha indignação pelos três anónimos enforcados no mesmo dia em que o BIHE foi encerrado,  "culpados" de lavat, o termo utilizado na "lei" islâmica para designar sodomia. 

 

Como explicou Mahmood Amiry-Moghaddam ao The Independent, «As autoridades iranianas costumavam apresentar estes casos como violações de forma a tornar as execuções mais aceitáveis e evitar muita atenção internacional (...)  este é o único caso em anos recentes em que a única base para a sentença de morte é uma relação homossexual». Mas parece que a atenção internacional anda um pouco distraída nos últimos tempos : foram muito poucos os artigos que a execução de 3 pessoas por homossexualidade mereceu... 

3 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Pode dar mais detalhes?

  • Paulo Pinto

    por acaso, a expressão do "saber só de experiência...

  • Luís Lavoura

    o melhor método que temos à nossa disposição para ...

  • Luís Lavoura

    É preciso um certo cuidado, pois o facto de algo n...

  • Filipe Gomes

    O problema das medicinas alternativas é o facto de...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

blogs

media