Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

A terrível revelação

Questiona-me o Daniel Oliveira:

"Tenho apenas uma pergunta a fazer a João Pinto e Castro: se alguma vez, na sua vida profissional, foi avaliado pelos seus colegas?"

Passando por cima do tom cerimonioso, incompreensível tendo em vista que, sempre que conversámos, nos tratámos por tu, aqui vai a terrível revelação:

Sim, já fui, na minha vida profissional, por diversas vezes avaliado por essa espécie tenebrosa de colegas a que, no mundo real, se chama chefes. Mutatis mutandis, também avaliei muitos deles.

Mais grave ainda, fui continuamente avaliado por clientes ao longo da minha vida, tanto de modo formal como informal.

Além disso, sou avaliado regularmente por alunos na minha qualidade de docente universitário.

A finalizar, um desabafo: acho um tanto desagradável a insinuação de má-fé implícita numa questão destas: "Criticas a recusa a ser avaliado por colegas, mas tu próprio não a aceitas ou nunca foste a ela sujeito".

O que será que no nosso relacionamento anterior permite ao Daniel ter tão má ideia a meu respeito?

 

40 comentários

Comentar post

Pág. 1/2