Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Não estou surpreendida e isso é triste...

... porque é sinal que não reconheço estatura política condizente com o cargo de PR a Cavaco Silva. Depois de um longo e inadmissível silêncio, as suas declarações de hoje sobre as supostas escutas à Presidência são confrangedoras (depois tento arranjar imagens, porque visto e ouvido ainda se torna mais patético). É verdade que as notícias do Público eram risíveis de tão estapafúrdias mas o mínimo que se exige a um Presidente - e porque a ser verdade que havia suspeitas de escutas o caso seria gravíssimo - era que não fugisse com o rabo à seringa quando confrontado com o caso e tivesse uma postura de estado. Não teve, é pena, por muitos defeitos que os portugueses tenham mereciam um Presidente que não envergonhasse o cargo.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Shyznogud 29.08.2009

    Da minha cor? Assim pálida de inverno e bronzeada nestes dias, é?

    Ricardo, bateu a má porta com esses seus exemplos, encontrará facilmente textos meus em q me insurjo, e violentamente, contra qqr atentado às liberdades individuais. Não deixo, por isso, de achar muito estranho q não considerasse gravíssimo, se fosse verdade, a existência de escutas à PR.
  • Sem imagem de perfil

    Ricardo Alves 29.08.2009

    Maria João Pires,
    o facto é vários jornais têm noticiado que várias polícias realizam escutas telefónicas ilegais. E ninguém faz nada. E um Ministro defendeu que se deve alterar a Constituição para legalizar o que é ilegal. E ninguém disse nada. Depois o Cavaco queixa-se, e fazem-se todos de novas. É caricato.
  • Imagem de perfil

    Shyznogud 29.08.2009

    Ricardo, cuidado com essas generalizações do "ninguém", houve muita gente q nesses momentos precisos levantou a voz. O seu discurso começa, além disso, a assemelhar-se àqueles muita giros do "Pois, pois, vocês falam do Irão. E Cuba, hein? Ninguém fala de Cuba, não é", como se não fossem possíveis indignações múltiplas e igualmente veementes, só q em períodos distintos, muitas vezes resultado da própria actualidade noticiosa. Neste preciso momento é a triste figura de Cavaco, perante um caso potencialmente grave, q me indigna. O AHC no Aparelho de Estado explica um pouco o porquê, aliás:

    http://aeiou.expresso.pt/-coscuvilhice-de-estado=f533051
  • Sem imagem de perfil

    Ricardo Alves 31.08.2009

    Não, desculpe, mas não percebeu nada. Eu explico outra vez.

    A: Factos

    1) Os serviços de informações fazem escutas (vem nos jornais).

    2) O actual Ministro da Justiça até defendeu que se deveria alterar a Constituição para legalizar essas escutas.

    3) É o Governo quem controla essas escutas, não o PR.

    B: Ética

    O que é grave é haver escutas ilegais, sejam feitas pelo partido A ao B, pelo B ao A, pelo PR ao Governo ou ao contrário, pelo SIS à Al-Qaeda ou ao contrário.

    C: Constatação

    A carne é fraca. Não há anjos. O que é ilegal e tolerado é para ser abusado. Etc.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    • Fazem me rir

      So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

    • Anónimo

      Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

    • Anónimo

      Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

    • Anónimo

      "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

    • Anónimo

      apos moderaçao do meu comentario reitero

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    Links

    blogs

    media