Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

memórias invertidas

nem vou começar a comentar esta coisa, aliás em nada nova vinda de onde vem. mas, for the record, eu também me lembro do josé antónio saraiva. ele era director do espesso e eu era estagiária. creio que isto se passou em 1986/87 e durante pouco tempo -- saí do espesso, onde ganhava à peça e muito mal, para uma revista do mesmo grupo que foi fundada em 1987/88, a elle, dirigida por tereza coelho, e onde integrei a redacção até sair para a grande reportagem, a convite de miguel sousa tavares, três anos depois. lembro-me, claro, muito melhor do sub-director vicente jorge silva e de joaquim vieira, que me ensinou muito do que então aprendi, do que de josé antónio saraiva. nunca me passaria pela cabeça, pois, considerar-me 'jornalista dele', até porque extraordinariamente já tinha, em tão tenra idade (teria 22/23 anos), e apesar de estar a dar os primeiros passos na profissão, uma opinião sobre ele parecida com a que tenho hoje -- e que o seu percurso recente, apeado do transatlântico espesso, veio tornar uma evidência para toda a gente.

 

mas, já que faz o favor de recordar a minha breve passagem pelo espesso e o que lá fiz, sou forçada a informar que nunca 'escrevi e assinei trabalhos a duas mãos com uma colega' -- era sim o caso de duas outras estagiárias que lá estavam na altura, e que tinham como eu vindo da universidade nova --; que nunca colaborei num programa da sic chamado 'sete à sexta' mas no 'esta semana', de 1996 a 2000; que nunca fiz parte de nenhuma equipa de programa, na sic ou noutro lugar qualquer, com comentadores residentes; que conheci o actual primeiro ministro enquanto ministro adjunto de guterres e responsável da área da droga numa entrevista efectuada em 1998 para a notícias magazine (revista do dn e do jn), entrevista essa que constituiu manchete do dn e que o espesso, como muitos outros media, amplamente citou.

 

que saraiva faz confusões sobre quase tudo já sabíamos, mas quando fala sobre questões tão concretas e sindicáveis seria conveniente tentar não debitar tantas inverdades. a não ser que, desenganado sobre a possibilidade de receber o nobel da literatura que em tempos, após a publicação do primeiro romance, anunciou estar para breve, esteja agora esperançado no nobel das porteiras.

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media