Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

memórias invertidas

nem vou começar a comentar esta coisa, aliás em nada nova vinda de onde vem. mas, for the record, eu também me lembro do josé antónio saraiva. ele era director do espesso e eu era estagiária. creio que isto se passou em 1986/87 e durante pouco tempo -- saí do espesso, onde ganhava à peça e muito mal, para uma revista do mesmo grupo que foi fundada em 1987/88, a elle, dirigida por tereza coelho, e onde integrei a redacção até sair para a grande reportagem, a convite de miguel sousa tavares, três anos depois. lembro-me, claro, muito melhor do sub-director vicente jorge silva e de joaquim vieira, que me ensinou muito do que então aprendi, do que de josé antónio saraiva. nunca me passaria pela cabeça, pois, considerar-me 'jornalista dele', até porque extraordinariamente já tinha, em tão tenra idade (teria 22/23 anos), e apesar de estar a dar os primeiros passos na profissão, uma opinião sobre ele parecida com a que tenho hoje -- e que o seu percurso recente, apeado do transatlântico espesso, veio tornar uma evidência para toda a gente.

 

mas, já que faz o favor de recordar a minha breve passagem pelo espesso e o que lá fiz, sou forçada a informar que nunca 'escrevi e assinei trabalhos a duas mãos com uma colega' -- era sim o caso de duas outras estagiárias que lá estavam na altura, e que tinham como eu vindo da universidade nova --; que nunca colaborei num programa da sic chamado 'sete à sexta' mas no 'esta semana', de 1996 a 2000; que nunca fiz parte de nenhuma equipa de programa, na sic ou noutro lugar qualquer, com comentadores residentes; que conheci o actual primeiro ministro enquanto ministro adjunto de guterres e responsável da área da droga numa entrevista efectuada em 1998 para a notícias magazine (revista do dn e do jn), entrevista essa que constituiu manchete do dn e que o espesso, como muitos outros media, amplamente citou.

 

que saraiva faz confusões sobre quase tudo já sabíamos, mas quando fala sobre questões tão concretas e sindicáveis seria conveniente tentar não debitar tantas inverdades. a não ser que, desenganado sobre a possibilidade de receber o nobel da literatura que em tempos, após a publicação do primeiro romance, anunciou estar para breve, esteja agora esperançado no nobel das porteiras.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 07.11.2009

    Mas e claro que nao e. Se fosse a mesma coisa nem se conseguiriam distinguir.


    Qual o problema com estre truismo?
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    • Fazem me rir

      So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

    • Anónimo

      Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

    • Anónimo

      Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

    • Anónimo

      "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

    • Anónimo

      apos moderaçao do meu comentario reitero

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    Links

    blogs

    media