Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

No twitter neste momento

Em conversa com o bossito - e a propósito de um texto de Isilda Pegado publicado ontem pelo Público onde constam informações objectivamente falsas - sugiu a dúvida:é tolerável que os jornais publiquem, a coberto de opinião, textos que contenham informações falsas?

 

Adenda: para que não se pense que a conversa foi motivada por uma qualquer embirração minha com a Isilda Pegado relembro um outro post escrito sobre tema aparentado.

7 comentários

  • Sem imagem de perfil

    aorta 08.12.2009 12:43

    e pronunciou-se em que sentido?
  • Imagem de perfil

    Shyznogud 08.12.2009 12:49

    neste: http://provedordoleitordopublico.blogspot.com/2008/04/os-cronistas-tambm-se-enganam.html
  • Sem imagem de perfil

    aorta 08.12.2009 21:08

    inteiramente de acordo. mas pergunto-me: e o livro? não deveria ser retirado do mercado?
  • Imagem de perfil

    Shyznogud 08.12.2009 21:11

    A ficção é livre ;-)
  • Sem imagem de perfil

    aorta 08.12.2009 21:19

    estou confuso. 'portantos', não se pode escrever um artigo de opinião com base em factos falsos que estão públicados em livro (ou melhor, pode-se, mas o jornal tem de verificar os factos). mas o livro, ele próprio a origem da mentira, pode continuar a existir.

    sorry, mas isto não bate certo. Image
  • Imagem de perfil

    Shyznogud 08.12.2009 21:55

    O que está na base de um jornal (a não ser q se esteja perante um texto de ficção, sempre assinalado como tal) é uma espécie de contrato implícito entre o jornal e os seus leitores de q o q é publicado é factualmente correcto. A publicação de livros não tem nenhuma deontologia associada. Um exemplo, há inúmeros livros com teses negacionistas. O aorta defende a sua proibição? Eu não.
  • Comentar:

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Links

    blogs

    media