Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Prioridades cardinais

«Natal com os agnósticos e os ateus» foi o título da homilia natalícia do único príncipe da ICAR residente cá no burgo que este ano parece especialmente obcecado com o ateísmo, o maior drama da humanidade, Policarpo dixit. O tema parece preocupar nos últimos anos as cúpulas eclesiásticas portuguesas, tanto que o outro cardeal português, Saraiva Martins, criador de beatos e santos, em Maio de 2008, presidiu em Fátima à «peregrinação contra o ateísmo na Europa».

 

Esta recente prioridade cardeal no ateísmo, em particular neste Natal, considerando que somos uma minoria na população portuguesa, não deixa de me surpreender. Ou talvez não, se considerarmos o clima político que se configura para a visita papal.  Parece plausível assim o cenário que o JNR apresenta e do qual conclui que «A ICAR entrou, de rompante e em pleno, na arena política. Só os incautos ou os ingénuos não veêm esta agenda».

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Palmira F. Silva 27.12.2009

    Miguel:

    Só podes estar a brincar, certo? É que essa pergunta assim de repente fez-me lembrar um post que escrevi há mais de um ano sobre o mesmo tema, «Guerras da água benta»:

    «Hoje tivemos um rol de exemplos de como o catolicismo anda tão excluído da res publica, tão oprimido, tão angustiado com a vida, que não houve telejornal que não transmitisse em horário nobre a indignação clerical por tal estado laicista de coisas.

    Tão penoso dia foi certamente consequência daquele momento que a Igreja não perdoa e verberou na frase excelsa da laicidade clerical inclusiva, proferida por Carlos Azevedo, bispo auxiliar de Lisboa e porta-voz do episcopado: «depois do referendo sobre a IVG a sociedade portuguesa pensou que era laica».

    Esta desatenção da sociedade nacional tem sido corrigida veementemente nos últimos tempos por aquele que, embora preterido nas eleições de hoje para dirigir a CEP, parece ter sido promovido a comissário político do Vaticano na luta contra o PS (e a laicidade).

    O mesmo Carlos Azevedo sente-se tão excluído da coisa pública pelas invectivas do «estado militantemente ateu», pelo laicismo desenfreado de alguns ministros, que deu hoje mesmo uma conferência, transmitida na íntegra pela televisão pública, a explicar isso mesmo e muito mais que o tem incomodado.»

  • Imagem de perfil

    Miguel Marujo 27.12.2009

    Palmira, acredito que me leias e conheças o suficiente para conhecer a(s) minha(s) posição(ões) sobre a Igreja e a sua relação com o mundo. Mas às vezes ao ler, e ao ler aquela passagem, com que devolvi uma pergunta, quis caricaturar aquilo que me soa a excesso de zelo de quem, por vezes, parece querer confinar as religiões a um espaço confinado, ad intra, sem qualquer exposição pública. Lamento, mas não estou a brincar. Porque, na verdade, gostava de devolver a pergunta.
  • Imagem de perfil

    Palmira F. Silva 27.12.2009

    Miguel, vá lá, não caias tb tu numa de cristianovitimização ... o que dizes não faz sentido nenhum, em particular num país como portugal que laicidade só no papel... e mesmo assim muito pouca.
  • Imagem de perfil

    Miguel Marujo 27.12.2009

    Não há nenhuma cristianovitimização, nem acho que a laicidade por cá seja assim muito pouca. Visões de um país. Mas também insisto: os ateus preferem cristãos de bico calado, que se comportem como eles querem, ou não?
  • Imagem de perfil

    Palmira F. Silva 27.12.2009

    Miguel:

    Não posso falar pelos ateus, apenas por mim. E a única coisa que quero é que os cristãos vivam a sua vida como acham que devem mas deixem a dos outros em paz. Só isso.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    • Fazem me rir

      So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

    • Anónimo

      Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

    • Anónimo

      Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

    • Anónimo

      "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

    • Anónimo

      apos moderaçao do meu comentario reitero

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    Links

    blogs

    media