Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jugular

O bufo

Bufo é a palavra latina para sapo e designa actualmente os ditos da família Bufonidae. Como todos os anfíbios - palavra que, já agora, vem do grego amphíbios e significa «duas vidas» -, os bufos possuem glândulas espalhadas na pele que podem produzir secreções tóxicas ou alucinogénicas. Embora as bufotoxinas possam ter efeitos nefastos em muitos animais, nomeadamente causam hipersalivação seguida de diarreia em espécies inferiores, ao Homem apenas provocam vómitos.

No One Knows About Persian Cats

O realizador iraniano Jafar Panahi foi preso na noite de segunda-feira no Irão. O cineasta foi surpreendido em casa por polícias à paisana que prenderam igualmente a mulher, a filha e 15 convidados da família. Panahi, que apoia abertamente a oposição ao regime,  continua detido em parte incerta embora a mulher e a filha já tenham sido libertadas. Segundo as autoridades iranianas, o motivo da detenção de Panahi são supostos «crimes» não identificados. Não foram dados detalhes sobre a prisão de Panahi, mas o procurador de Teerão afirmou que o caso estava a ser investigado.«A prisão de Jafar Panahi não está relacionada com a sua profissão e não tem um aspecto político», foram as declarações, em que penso ninguém acreditar, de Dowlatabadi.

 

Jafar Pahani é um dos cineastas da nova vaga iraniana mais conhecido no estrangeiro. Foi premiado nos festivais de Cannes e de Berlim, tendo sido galardoado, em 2000, com o Leão de Ouro com o filme “O Círculo” e com o Urso de Prata em 2006 com "Offside" . O primeiro é um  quadro da condição feminina no Irão pintado através da história de sete mulheres ligadas por um círculo de repressão e, como a quase totalidade da sua obra,  foi censurado pelas autoridades iranianas. Vamos esperar para ver se Pahani vai ser mais uma vítima da brutalidade do regime iraniano.

A memória é fodida

Eu sabia, eu tinha a certezinha absoluta da existência da coisa mas não dava com ela. De repente fez-se-me luz e descobri... é ler para crer.

 

Pois é, segundo o Jugular sabe, quem escreveu esta "notícia" (cf. aqui e aqui para ler na integra) foi uma e a mesma pessoa que escreveu "compreendo anonimatos assumidos que decorrem dos perigos de se poder ser penalizado por informações que são relevantes. A América continua, felizmente, a ser a terra da liberdade", sob o magnifico título de  "O país da liberdade vs. o país da delação".

A Lei, mas a dele

"O que caracteriza essencialmente uma democracia emancipada não é, portanto, a existência de um processo eleitoral (embora este seja relevante e deva ser respeitado), mas sim a vigência da lei e a existência de instituições independentes capazes de a aplicar a todos os cidadãos. Por estes dias, muitos democratas parecem ter esquecido esta formulação básica."

O José Gomes André discute a legitimidade de José Sócrates para governar o país. Começa por criticar aqueles que Invocam o argumento eleitoral dizendo, correctamente, que este não pode ser considerado o momento absoluto da vida democrática. Mas depois, e em jeito de gran finale, invoca a vigência da lei, pensando que dá o aasunto por terminado. Mas será que a justiça condenou Sócrates e só o José Gomes André é que sabe? Assumindo que não estamos perante um revolucionário, fico sem perceber de que Lei nos fala José Gomes André.

jumentos e burros à séria

uma das coisas boas deste tipo de notícias é fazer perceber exactamente como são feitas muitas das notícias (como aliás foi o caso das 'notícias' sobre o simplex e joão galamba publicadas no correio da manhã). para a maioria da blogosfera e para qualquer pessoa capaz de googlar e de encontrar o que há anos foi publicado sobre uma queixa sobre o blogue em questão -- o jumento --, aquilo que hoje faz capa do i surge como algo de completamente ridículo e gratuito.

 

por exemplo: onde estão os supostos escritos difamatórios ou de uso de info privilegiada e de 'fugas da direcção geral de impostos' (sendo que o que se apresenta como exemplo são críticas perfeitamente banais ao antigo director-geral de impostos e a revelação de um caso de alguém que saiu da mesma)? onde está a evidência de que o bloguer em causa escondia tão afadigadamente a sua identidade, já que pelos vistos a admitiu aos colaboradores do simplex e ao próprio jornalista e até assinou -- diz o i -- uma fotografia na blogosfera com o seu nome de bi (para além de constar na lista de blogueres que eduardo pitta declina aqui, a 25 de setembro de 2009)? onde está a evidência do interesse público na revelação do nome 'verdadeiro' do jumento, se numa página inteira a 'notícia' não consegue sequer especificar o crime (e respectivo enquadramento penal) que estaria a ser investigado e explicar que consequências poderia --  pode? -- ter a revelação da autoria do blogue?

 

note-se que como nada sei -- e nada fico a saber com esta 'notícia' para além de um nome -- do caso em questão não posso ajuizar sobre a gravidade de eventuais fugas de informação veiculadas pelo blogue, ou de práticas difamatórias que nele tenham tido lugar. mas se a 'notícia' não me esclarece, das duas uma: ou nada disso existe ou a notícia é completamente inepta. nos dois casos surge como inútil e portanto gratuita e aberrante, evidenciando intuitos que não os de informar.

 

e se o intuito não é o de informar, podemos sempre perguntar-nos com o que se pareceria esta 'notícia'  se o bloguer em causa tivesse sido accionado judicialmente por um membro deste governo ou alguém com ele conotado e em vez de escrever num blogue de apoio ao ps escrevesse num de apoio, por exemplo, ao cds/pp, de onde alguém teria saído por qualquer motivo chateado e carreando os mails entre intervenientes para os media e ao mesmo tempo logrando obter uma coluna de opinião num dos meios para o qual carreara a correspondência e a informação obtida através dela. se o bloguer em causa se chamasse por exemplo fernando charrua e assinasse 'arado' e invectivasse, por exemplo, a directora regional de educação do norte e esta fizesse, por exemplo, uma queixa à pj, na sequência, por exemplo, de uma carta de um outro membro da direcção regional a denunciar o blogue, para lhe descobrir a identidade, o perpetrador desta notícia não cometeria coisa radicalmente distinta, do género 'mártir da liberdade de expressão perseguido por queixas persecutórias'? e imagine-se que era decretada uma providência cautelar para impedir a continuação do blogue até se decidir da difamação e das fugas de informação. ui. censura prévia, certo?

 

podia dizer que é a falta de decência pessoal e profissional que mais me impressiona, mas vou ser franca: é mesmo a incompetência. a burrice. nada me espanta como os muito burros -- e a forma como, tão voluntariamente e sem necessidade de investigações da interpol, demonstram o que são e ao que andam.  

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media