Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Enquanto os aliados preparam a retirada, a barbárie talibã retorna em força

 

No domingo,  a população de Mullah Quli , uma aldeia na província de Kunduz, no norte do Afeganistão, foi convocada pelos altifalantes da mesquita local para a primeira execução pública por apedrejamento desde a queda do regime talibã em 2001. Dois jovens, trazidos de mãos atadas atrás das costas para o mercado, foram barbaramente apedrejados pelos talibãs mas também por populares que estavam a assistir. A jovem, Sadiqa, não resistiu ao apedrejamento; Qayum, coberto de sangue e gravemente ferido, sobreviveu e foi assassinado a tiro por um talibã que avisou a população local do destino que espera todos aqueles que se envolvam em actividades não-islâmicas.

 

 

A execução aconteceu uma semana depois de activistas dos direitos humanos terem informado que os taliban vergastaram, 200 chicotadas, uma viúva grávida, antes de a executarem a tiro, na província de Badghis e escassos dias depois de se saber que Bibi Aisha, a jovem de Kandahar a quem os talibãs cortaram o nariz e as orelhas por ter fugido a um casamento forçado, está a caminho dos Estados Unidos para ser submetida a cirurgia reconstrutiva.

 

Mas acima de tudo aconteceu dois dias depois de o Conselho dos Ulemas, a mais alta autoridade religiosa do Afeganistão, ter instado o governo de Karzai a implementar as punições físicas previstas pela sharia, como forma de apaziguamento dos talibãs num esforço para terminar a guerra no país.

 

Mas não são apenas os ulemas que pretendem fazer concessões aos talibãs. Muitos políticos e militares  ocidentais afirmam que as negociações com os bárbaros fundamentalistas são a única saída para o conflito. Claro que para eles é irrelevante que os direitos humanos (e os das mulheres, em particular) sejam os primeiros sacrificados nessas negociações. Ou que, 9 anos depois, os afegães fiquem sujeitos a um regime tão ou mais brutal e sanguinário do que aquele de que a intervenção ocidental supostamente os libertaria.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media