Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

pornografia indeed

uma das lições a tirar, antes mesmo do protesto que esta tarde vai unir lisboa a mais 110 cidades de todo o mundo, é que mesmo num caso aparentemente tão claro de barbárie e selvajaria as hostes se organizam em função do que pensam serem as identidades e objectivos de quem organiza. blogues habitualmente tão críticos de tudo o que cheire a islão mantêm ou um rigoroso silêncio sobre a iniciativa ou reproduzem textos de confrangedora infantilidade (para não dizer estupidez pura), espécie de 'não contem comigo para ir para a rua gritar, eu cá é mais bombas' -- como se a inacção perante o horror fosse uma alternativa mais 'pura' que a expressão do horror perante o horror, e como se mais não houvesse no mundo senão egos televisivos.

 

alguém sabe o nome de quem organizou este protesto, além do grupo de pessoas que estão desde o início -- há uns dias, no facebook -- nele? alguém sabe mais que o facto de serem pessoas ligadas à esquerda e à defesa da liberdade individual e dos direitos das mulheres que o subscrevem? não. e porquê? porque nenhum dos que organizaram quer palco -- quer apenas que hoje, em lisboa como em sidney, nova york, ancara e rio de janeiro, haja gente na rua a dizer não às repugnantes decisões de tribunais religiosos e às execuções decididas por um governo teocrático e brutal (e se foi eleito democraticamente ou não, francamente, não interessa para o caso: não age como um governo democrático).

 

é instrutivo, sim, assistir ao silêncio e aos insultos que são a reacção de uma parte considerável da blogosfera portuguesa e dos grupos organizados da sociedade em relação a isto.

 

de um lado, a direita caceteira e sempre pronta a arrasar tudo o que cheire a islão mas que recusa associar-se a um protesto contra a lei islâmica do irão porque lhe parece ter objectivos 'esquerdistas'; do outro aquilo que passa por esquerda mas mais não é que a putrefacção das ideias mais totalitárias, que acusa milhares, talvez milhões de cidadãos autónomos e anónimos que não suportam a ideia de execuções arbitrárias ou simplesmente de execuções tout court de serem 'manobrados' pela cia e pelo 'sionismo'. gente tão desgraçada, esta, que nada mais vê que 'instrumentalizações' e 'maquinações' naquilo que há de mais espontâneo e generoso e justo: protestar contra a barbárie.

 

nós escolhemos dizer não. vocês escolhem calar-se ou, pior, escolhem tentar calar-nos. fica escrito, fica dito.

 

adenda: miguel madeira e miguel serras pereira.

28 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media