Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Tensão alta na Costa do Marfim

Ontem, depois de a Comissão Eleitoral ter declarado a vitória do candidato da oposição, Alassane Ouattara, nas eleições presidenciais de 28 de Novembro último, com 54,1% dos votos, as Forças Armadas da Costa do Marfim fecharam fronteiras e proibiram imprensa estrangeira no país. «As fronteiras aéreas, terrestres e marítimas do país estão fechadas para todo o movimento de pessoas e bens», disse o porta-voz das Forças Armadas do país, Babri Gohourou. Os militares anunciaram ainda «a suspensão imediata de todos os canais de notícias estrangeiros» no país.

 

Hoje, numa alocução em Abidjan o presidente do Conselho Constitucional da Costa do Marfim, Paul Yao N'Dré,  proclamou a releição de Laurent Gbagbo,  com mais de 51% de votos. A ONU não aceitou esta reviravolta  nos resultados e o enviado das Nações Unidas para o país africano, Youn-Jin choi, disse aos jornalistas que não reconhece os resultados anunciados nesta sexta-feira. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu a Gbagbo para «fazer o que deve fazer para o bem do seu país e colaborar para uma transição política tranquila». Ban Ki-Moon acrescentou que a «vontade dos marfinenses deve ser respeitada» e avisou que aqueles que incitarem ou perpetrarem violência serão responsabilizados.

 

O contestado anúncio deixou o país à beira de um conflito, com alguns confrontos entre membros do partido da oposição e do governo. Esperemos que o bom senso prevaleça e que o país não regresse à guerra civil de 2002-2003.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media