Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Preconceitos

"The idea that sovereign bond purchases need to be "sterilised" to prevent inflation illustrates that the ECB has a very peculiar concept of sovereign debt, in contrast to its idea of private debt. Consider the ECB's own covered bond (“Pfandbrief”) programme. In May 2009, the ECB decided to buy up to €60bn of asset-backed bonds issued by Eurozone commercial banks, without much protest. A year later the mere suggestion that the ECB might purchase a comparable amount of sovereign debt was, and continues to be, met with hysteria (...) The constituent rules of the eurozone appear to be based on the bizarre idea that sovereign debt is toxic until such time as it has been sanitized by going through the bid-offer spread of a major investment bank, while privately-issued covered bonds are pristine, even at issue"

 

Miguel Carrión Álvarez, A Critique of ECB's Liquidity Policies

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Pensador 02.03.2011 16:30

    O problema é muito anterior ao Lehman Brothers. Tem a ver com o crédito fácil que nos EUA foi ao extremo do subprime. Claro que é crédito privado. Só que induzido por uma política do FED que manteve os juros em 1% anos a fio, levando quem podia e quem não podia a endividar-se. E o facilitismo da concessão foi fortemente estimulado pelo poder político: Clinto E Bush.
    Por isso tem piada quando o país está em submerso em dívida os políticos portugueses estarem preocupados com o financiamento da economia. E não com o SANEAMENTO. Que era o que se impunha, my friend.
  • Comentar:

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Links

    blogs

    media