Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Da propaganda

Álvaro Santos Pereira apresentou uns factos e diz que estes é que são os verdadeiros factos da campanha. E acha que a sua mera enunciação revela um (claríssimo, suponho) nexo de causalidade entre a realidade enunciada e as políticas dos governos de José Sócrates. Para Álvaro Santos Pereira, a crise ou nunca existiu ou, a ter existido, afectou apenas Portugal e foi da inteira responsabilidade de José Sócrates. Álvaro Santos Pereira também regressa à famosa tese da década perdida, que faz tábua rasa da distribuição do crescimento ao longo do período analisado, desvaloriza os choques assimétricos que afectaram Portugal (alargamento da UE ao leste, aumento da concorrência de países como a China ou a India, etc), pressupõe que nenhuma reforma foi feita no nosso país (educação, saúde, segurança social, código do trabalho, energias renováveis, política de ciênca e investigação, inovação, desburocratização do estado e simplificação administrativa, etc). A década perdida é, afinal, um slogan primário, não algo que se assemelhe a um diagnóstico e uma avaliação daquilo que se foi passando nos últimos dez anos. Ou seja, estamos no domínio da mera produção de frases bombásticas para futuros cartazes eleitorais. Curiosamente, este post tem sido apresentado como sendo parte de uma análise séria e cuidada por parte de um seríssimo professor de economia, que terá andado a estudar fastidiosamente estas matérias. Se era para fazer demagogia barata e tratar os portugueses como imbecis, mais valia terem dado o trabalho a uma agência de publicidade. Sempre se evitava a duplicação de custos.

1 comentário

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media