Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Big society

Parece que o Governo inglês cortou uns subsídios inúteis que financiavam clubes de jovens em Londres.  

O resultado foi este. Nada que não fosse previsível.

[foto do Guardian]

Agora sim, a "Big Society" de Cameron está no bom caminho. Como se vê, é só tirar o Estado do caminho e a cooperação emerge. Infelizmente, não há garantias de poupança: parece que o dinheiro que pouparam com os subsídios aos clubes de jovens vai ter de ser gasto na investigação policial.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Hugo Mendes 10.08.2011 01:56


    É um risco sobrevalorizar de antemão o leitor, porque nem todos conseguem reconhecer a subtileza do argumento.


    Já agora: "criminoso em potência" é expressão sua. Num Estado de direito isso não existe. O que existem são jovens em dificuldades várias, que sabemos poderem cair em actos de marginalidade, com consequências que podem ser devastadoras para os próprios e para terceiros. Não é preconceito: vem nos livros de ciências sociais do secundário.

    Perante isto, há duas soluções: ou procuramos integrar estas pessoas via soluções institucionais várias, umas mais transitórias, outras menos (sim, custa algum dinheiro). Caso não tenha percebido, o financiamento dos jovens é antes de eles se tornarem "criminosos" - não é para depois de eles cometerem os actos de delinquência. 


    Ou não fazemos nada, deixamos que o pior - reunidas as devidas condições (desemprego, cortes nos apoios, etc.) aconteça, e depois apagamos - literalmente - o fogo (sim, custa algum dinheiro, a que devemos somar destruição de propriedade, pânico nas ruas, etc.). 


    Se a primeira solução é burra, nem sei o que lhe dizer da segunda.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Links

    blogs

    media