Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

"get on your bike and look for work"

A frase é de Norman Tebbit, secretário de Estado do Emprego de Thatcher, quando o desemprego explodiu no primeiro governo conservador (1979-1983) e, adivinhem, os motins alastraram-se a várias cidades britânicas (qualquer semelhança com a actualidade será pura coincidência). 

A diferença entre a frase de Tebbit (em 1981) e as consequências desta medida é que não são apenas os desempregados que são aconselhados a deslocar-se de bicicleta, mas as centenas de milhar de trabalhadores portugueses que vão perder acesso ao passe social.

Não só esta medida específica não está no memorando assinado com a Troika, como esta decisão, tomada seguramente por quem não faz a mais pequena ideia do impacto que uma medida desta tem para a tal "classe média que vive do trabalho" que o PSD e o CDS passaram demagogicamente anos a defender, sai direitinha do baú ideológico de Passos Coelho. Não digam, por isso, que não estavam avisados (e isto aplica-se ao BE e PCP).

Como o João Galamba já disse algures, esta medida terá como efeito que, para muita gente, bem feitas as contas, não compensará sequer ir trabalhar, tal o corte no rendimento disponível que não pode deixar de representar (a não ser que isto dos incentivos monetários só funcione para quem ganha muito dinheiro; para os outros, o real incentivo será o "chicote da fome"). 

Isto, atenção, no dia em que Hélder Amaral, do CDS-PP, afirmou à TSF, a propósito da discussão de um possível imposto sobre os mais ricos, que «não me parece que se possa ultrapassar aquele limite de sacríficios que se deve pedir aos portugueses». Os ricos - é desses portugueses que fala - já estão no limite dos sacrifícios. O resto que pedale.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media