Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Sarilhos

Manuel Alegre confessa ao Expresso que gostou da experiência das primárias socialistas em França: «Os políticos não podem ter medo dos cidadãos». Concordo com esta leitura, mas discordo da conclusão que Alegre daqui retira: «seria interessante que o PS escolhesse o seu próximo candidato à Presidência da República através de primárias abertas a todos os cidadãos recenseados. Evitaria muitos sarilhos». De facto, todos nos lembramos do grande sarilho que foi o espectro do célebre milhão de votos a pairar sobre a maioria absoluta do PS e o uso que dele se fez (ainda está por saber o impacto que isso teve na votação do Bloco em 2009). Mas para evitar este tipo de sarilhos, Alegre arranja-nos agora um sarilho ainda maior, e até pouco compatível com a visão dos poderes presidenciais que sempre revelou. Se o PS, e depois a direita, escolhessem o seu candidato à Presidência da República através de primárias, isso significaria a presidencialização do sistema de governo, sem ser necessária qualquer revisão constitucional para o efeito. Num cenário desses, em que os candidatos presidenciais surgem de disputas internas nos partidos, o Presidente da República transformar-se-ia imediatamente no chefe da maioria parlamentar ou, em caso de coabitação, numa espécie de líder da oposição. Admito que não sejam tão excitantes, mas se não quisermos arranjar mais sarilhos, as únicas primárias de que interessa falar são as primárias para líderes partidários (os naturais candidatos a primeiro-ministro).    

2 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media