Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Da arrogância bonapartista

No mesmo texto José Manuel Fernandes afirma ainda: “sem surpresa, muitas obras foram feitas sem integrar a experiência e as reais necessidades locais, antes promovendo a megalomania das direcções regionais da Educação, porventura as mais partidarizadas estruturas do ministério”, porque “muitos em Portugal não sabem imaginar o Estado senão através de estruturas centralizadas, bonarpartistas, levando a cabo o trabalho "iluminista" de resgatar o país do breu da ignorância (...)”.


O relatório da Inspecção Geral de Finanças não se debruça sobre esta questão que tanto escandaliza José Manuel Fernandes - que, imagino, lá terá as suas fontes privilegiadas. A minha fonte, que é também a do relatório da IGF, é o relatório publicado pela OCDE sobre o Programa de Modernização da Escolas do Ensino Secundário. O que diz a OCDE  - cujo trabalho de campo deve ter sido um pouco mais minucioso e as conclusões razoavelmente menos pavlovianas do que as de José Manuel Fernandes -  sobre esta questão? Diz duas coisas muito interessantes, que são precisamente o oposto do que é por si defendido.

 

Primeiro: a "Parque Escolar was established as an agency to implement an ambitious school building modernisation programme efficiently and in a short period. In many OECD member countries, government agencies have been established to bypass traditional ministries that struggle with all sorts of cumbersome regulations and bureaucratic procedures. Parque Escolar is no exception. And as elsewhere Parque Escolar has preferred expert advice from people outside the ministry of education: university professors, library experts, ICT experts, etc." (parágrafo 161, pág.47). Ou seja, a empresa Parque Escolar preferia sistematicamente ouvir peritos vários que não trabalhassem no Ministério da Educação.

 

Segundo, sobre o envolvimento da comunidade escolar: “[a]ll local stakeholders praised the way and the intensity with which Parque Escolar interacted with them through information sessions and consultation meetings before and during the building process. Meetings were held with parents, teachers, students, the school board and the non teaching staff during which architects, engineers and Parque Escolar staff presented the plans and asked for input. Local stakeholders were pleased with the output of these meetings, and felt they had an impact on the plans and the process”. Para arrogância bonapartista, não está mal. 

 

José Manuel Fernandes não tem que ler estes relatórios todos. Mas se quer lançar ódio sobre tudo o que é intervenção pública, podia informar-se um pouco. Dá trabalho, eu sei.  

5 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media