Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Mas porquê? Porquêêêêê?

Achei eu que com a das "meninas d'Odivelas" tinha ficado tudo dito. Que enganada estava, ainda faltava a cereja em cima do bolo,  a falta de "consenso" na cena do "internato misto" é mortal. Que figureta mais triste, demagógica e indefensável, Gabriela Canavilhas.


Ps: Eis uma razão objectiva para que a realidade se altere.


Adenda: pergunta o Porfírio Silva e eu reforço a interrogação «Quem defende que uma escola é "destruída" por deixar de ser "masculina" e passar a aceitar raparigas - o que é que imagina que se ensina (ou deve ensinar) nessa escola "de homens" ?»

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 15.09.2013

    Não entendo mesmo a sua posição, Pedro, não percebo qa que se refere quando diz "Sem preparação adequada de instalações nem ter em conta a forma como o IO e CM funcionam". Porque é necessário "adequar instalações" a um local que não vai mudar o ramo de actividades? Faltam instalações para ministrar no CM as disciplinas de "Higiene, Puericultura e Ed. Moral e Religiosa Católica" que o IO oferece?(cf http://www.institutodivelas.com/io-overview.html ).

  • Sem imagem de perfil

    Pedro Lérias 15.09.2013

    Este é um dos problemas desta discussão com quem não conhece a realidade do CM e IO. É difícil explicar tudo o que está envolvido no funcionamento interno destas instituições.

    Sobre as instalações, vão-se gastar milhões desnecessários a fazer o edifício do internato feminino, para que as raparigas possam ficar internas como ficavam no IO (sobre ter internato masculino e feminino a funcionar ali ao lado um do outro, não estou certo que será uma boa ideia, por exemplo). Mas terá que ser feito.

    Sobre o funcionamento interno, estas instituições vão muito além do ensino normal. Têm depois uma estrutura militar, com hierarquias de alunos, e regulamentos internos que amadureceram ao longo de muitos anos. Têm tradições relacionadas com o tempo de CM, por exemplo, que perdem o significado quando um aluno pode entrar directamente para o 10º ano, por exemplo. Até agora, quem chega ao 10º ano terá passado por vários ritos de passagem e processos de aprendizagem. Isso agora será difícil de continuar, ou ir-se-á criar 'grupos' entre alunos, grupos esses que não são saudáveis. Aliás isso começou a acontecer quando foi criado há uns anos o externato, razão porque foi descontinuado. Enfim. Há muitas questões que precisariam de ser pensadas calmamente e que não foram.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    • Fazem me rir

      So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

    • Anónimo

      Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

    • Anónimo

      Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

    • Anónimo

      "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

    • Anónimo

      apos moderaçao do meu comentario reitero

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    Links

    blogs

    media