Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Ainda o(s) colégio(s) militar(res)

No DN de hoje duas páginas -  cuja leitura recomendo - sobre o tema. Excertos:

 

(...) Paulo Otero e Jorge Reis Novais, dois dos mais reputados constitucionalistas portugueses, têm poucas dúvidas de que a regra de separar rapazes e raparigas, em vigor até ao último ano letivo ( e anulada em despacho de 8 de abril), em duas das três escolas do Ministério da Defesa ( o Colégio Militar e o Instituto de Odivelas – IO) é inconstitucional.

Mas não só: também a exclusão liminar de deficientes físicos, admitida ao DN pelo Estado- Maior do Exército e pressuposta nas provas físicas de admissão aos colégios na sua tutela, assim como a diferenciação das mensalidades para filhos de militares e civis, suscitam problemas de constitucionalidade. O mesmo vale para a desigualdade económica no acesso: as três escolas ( o Instituto de Odivelas só será encerrado no próximo ano letivo) cobram uma mensalidade elevada, que no caso do Colégio Militar ( CM) é de 681 euros para “civis” internos ( 510 para externos).

 

(...)

 

Instituições públicas que funcionam como privados de luxo 


(...) Ora descontando no custo global as mensalidades pagas nos EME, o valor suportado pelos contribuintes é mesmo assim muito elevado: 15 959 euros no CM, 10 371 euros no IO e 35 649 euros no IPE ( dados constantes do relatório do grupo de trabalho para 2011). Implicando, no ano em causa, uma despesa global para os cofres do Estado de mais de 14 milhões de euros, sendo o CM, com seis milhões, o estabelecimento mais caro. [note-se que não são escolas de ensino especializado]

 

(o trabalho completo em pdf aqui )

33 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media