Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Ainda o pós-31 de Julho de 2008

Nunca achei que a comunicação do PR ao país, de 31 de Julho passado, a propósito do Estatuto Político-Administrativo dos Açores, e que na altura atingiu foros de fim da Gabriela, se reduzisse a uma montanha que pariu um rato. Como me pareceu na altura, este primeiro mandato do actual PR iria dividir-se entre o antes e o pós 31 de Julho de 2008. Tratou-se, obviamente, de uma clara viragem, e um decisivo recado político. Não se ocupem só de rever as inconstitucionalidades ditadas pelo TC, que, a ser assim, o veto político vem a caminho, avisou Cavaco.

 

Avisou, o aviso não foi acatado, e eis o anunciado veto político, que não há-de espantar ninguém.  Com efeito, e como bem diz Cavaco, "Impor ao Presidente da República, através de lei ordinária, a audição de outras entidades, para além daquelas que a Constituição expressa e especificamente prevê, significaria criar um precedente grave e inadmissível no quadro de um são relacionamento dos órgãos de soberania entre si e destes com os órgãos regionais."

 

Percebo, mas não aceito, a teimosia do PS nesta matéria. Mas também acredito que, reeleito César, o bom senso voltará a imperar - só um ingénuo não descortina aqui questões eleitoralistas. Ou então mude-se a CRP. O que não pode admitir-se é que uma lei ordinária se imponha à Constituição. Mais do que colocar em perigo aqueles equilíbrios político-institucionais de que fala Cavaco, começa a estar muito mais que isso em sério risco - é que nesta altura do campeonato dava-nos mais jeito uma injecção na testa do que uma guerra entre Cavaco e Sócrates.

 

(Raciocínio eventualmente menos bem parido, desta vez não me é exclusivamente imputável. Experimentem escrever um post supostamente sério com a vozinha de grilo falante do Anacleto Louçã em fundo - no Prós e Contras de hoje, que na 1ª parte tratou dos Fundos de Investimento Imobiliário: "é uma questão de seriedade, estão a fazer batota, isto é um truque publicitário".)

13 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media