Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Em terras de Oz

Amos Oz, fundador e principal representante do movimento Paz Agora, concedeu esta entrevista em 2007, quando recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias de letras. Vale a pena ver a conferência de OZ em Princeton (disponível aqui) em que ele desenvolve de forma magistral os tópicos abordados nesta entrevista rápida, em especial a parte em que Oz deplora os que se precipitam em tomar partido (cerca dos 38 minutos).

 

Oz, que recebeu há dias o prémio Heinrich-Heine pela sua criatividade literária, sensibilidade política e compromisso humanitário, disse em tempos:

 

«Não quero ser profeta numa terra como Israel, pois teria de enfrentar uma séria concorrência. Mas digo que haverá no futuro um estado palestino e iremos viver como vizinhos. Não como irmãos ou uma família feliz, mas como vizinhos. Garanto que é o que a maioria dos judeus e palestinos quer. Quanto tempo isso vai demorar para acontecer é impossível prever, porque há fanáticos de ambos os lados que não querem ver esse futuro. Mas é a única solução visível.»

 

Essa solução vísivel parece ainda mais adiada  pelo conflito actual que acirra o fanatismo em todos os «freaks das guerras», quer judeus quer palestinos. O próprio Oz considera que «A morte de muitos civis fortalece o extremismo – esse é o cálculo dos ideólogos do Hamas». Por isso, embora considere que Israel foi forçado à intervenção para defender os seus cidadãos, OZ adverte o governo israelita para que não faça o jogo do Hamas ... e de todos os fanáticos dos dois lados da barricada, como me parece estar neste momento a fazer.

 

Na conferência em Princeton, Amos Oz afirmou que a solução para o problema passa pelos que não foram afligidos pelo «vírus» do fanatismo e que urge que os moderados, apoiados pela comunidade internacional, façam ouvir a sua voz  e ultrapassem a lógica demente, circular e sem resolução que tem caracterizado o conflito. Quando testemunhamos a paixão/fanatismo (na definição de Oz) que o episódio despertou em terras lusas, temos um pálido vislumbre de quão difícil será concretizar o sonho de Oz.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media