Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

A gripe em balanço

Por cortesia do RCP aqui deixo informação enviada pelo gabinete da Ministra da Saúde.

 

Após reunião agora terminada entre o meu gabinete, a Direcção Geral da Saúde, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e responsáveis de hospitais e centros de saúde da Grande Lisboa, gostaria de chamar a atenção para:


1. No Instituto Ricardo Jorge está montado o Sistema de Vigilância de Gripe, que assenta na rede de médicos-sentinela. Há cerca de três semanas, este sistema detectou a possibilidade de uma epidemia de gripe. Os dados colhidos foram apresentados à Direcção Geral de Saúde, que efectuou, de imediato, a avaliação do risco, antecipando, assim, a epidemia. As instituições do Serviço Nacional de Saúde foram alertadas no sentido de preparem um plano de resposta. Foram, então, adoptadas medidas pelos Hospitais e Centros de Saúde para responder a um previsível aumento da procura de cuidados de saúde pela população, a qual já tinha sido alertada para a necessidade de vacinação e adopção de procedimentos a ter em conta, em caso de surgimento de sintomas de gripe.


2. Tal como previsto, a epidemia está em curso, havendo, naturalmente, um aumento extraordinário do número de episódios de procura dos serviços de urgência. Para responder a este pico:
1. O Ministério da Saúde recomendou o reforço das equipas de saúde, a abertura de Centros de Saúde ao fim-de-semana e o alargamento do seu horário de funcionamento pelo menos até às 22 horas.
2. Foi também dada luz verde aos Centros de Saúde e Hospitais para, em caso de necessidade, adiarem consultas e cirurgias programadas não urgentes.
3. Simultaneamente, o Ministério da Saúde, com o apoio da comunicação social, pediu às pessoas para, aos primeiros sintomas de gripe, ligarem para a Linha Saúde 24.
4. E, em caso de necessidade, recorrerem aos Centros de Saúde para que as urgências hospitalares mantivessem a capacidade para responder aos grupos mais vulneráveis, como idosos, crianças e doentes crónicos.

Resulta desta reunião o seguinte balanço (dados provisórios nacionais):

Número de chamadas recebidas pela Linha Saúde 24
Dia 26 de Dezembro: 2.000;
Dia 27 de Dezembro: 2.700
Dia 28 de Dezembro: 3.500

Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 81.480
Dia 26 de Dezembro: 16.710
Dia 27 de Dezembro: 12.936
Dia 28 de Dezembro: 12.344

Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 110.358
Dia 26 de Dezembro: 20.331
Dia 27 de Dezembro: 17.300
Dia 28 de Dezembro: 16.610.

Total do número de episódios de procura: 191.838
Dia 26 de Dezembro: 37.041
Dia 27 de Dezembro: 30.236
Dia 28 de Dezembro: 28.954


Dados Provisórios da Região de Lisboa e Vale do Tejo - 22 a 28 de Dezembro:
1. Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 17.243
2. Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 28.490
3. Total do Número de episódios de procura: 45.733

Dados Provisórios da Região Norte – 22 a 28 de Dezembro:
1. Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 29.176.
2. Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 28.596.
3. Total do Número de episódios de procura: 57.772

 Dados Provisórios da Região do Algarve – 23 a 28 de Dezembro:
1. Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 5.379
2. Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 3.120
3. Total do Número de episódios de procura: 8.499

Dados Provisórios da Região do Alentejo –22 a 28 de Dezembro:
1. Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 5.689
2. Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 13.745
3. Total do Número de episódios de procura: 19.434

Dados Provisórios da Região Centro – 22 a 28 de Dezembro:
1. Número de episódios de procura em urgências hospitalares: 24.993
2. Número de episódios de procura em Centros de Saúde: 36.407
3. Total do Número de episódios de procura: 61.400



Não posso terminar sem um especial agradecimento a todos os profissionais de saúde que tudo fizeram para dar resposta a esta epidemia.


Quero também fazer um renovado apelo aos portugueses. Aos primeiros sintomas de gripe (dores no corpo, febre, dores de cabeça, tosse ou congestionamento nasal), o primeiro passo é ligar o 808 24 24 24 e seguir as recomendações dadas pelos profissionais de saúde desta linha. Caso se verifique o agravamento dos sintomas, como complicações respiratórias, a população deve recorrer aos Centros de Saúde e urgências hospitalares.


Tendo em conta a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde, não se sente ainda a necessidade de tomar novas medidas excepcionais para além das já implementadas no plano de contingência: alargamento de horários e abertura extraordinária de centros de saúde, adiamento de consultas e cirurgias programadas não urgentes e reforço das equipas de saúde.


Reforço de Atendimento de Centros de Saúde na Grande Lisboa

 

2 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media