Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Começo a suspeitar que a ascensão a Cardeal Patriarca não lhe fez muito bem

Noutra ocasião, em que o Cardeal Patriarca tinha proferido declarações no mínimo infelizes, escrevi "Discursos como este - em que a dicotomia "nós" vs. "outro" são tão assumidos e convictos - potenciam reforços identitários (quer de "nós" quer do "outro") com muito de artificial que se transformam num caldo perigoso.". Parece-me que o mesmo se aplica agora

 

«Casar com muçulmanos pode ser um «monte de sarilhos», diz Dom José Policarpo»

 

Adenda a meio do dia: houve desenvolvimentos na história. Vejam quais no Activismo de Sofá.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    viana 14.01.2009 11:55

    Experimente, HélderEga, imaginar que um "ocidental" casa com uma mulher muçulmana praticante, a qual prefere vestir-se de modo modesto, colocando sempre um lenço sobre os cabelos e usando roupas largas que lhe escondem a silhueta do corpo. Agora imagine esse "ocidental" a apresentar a mulher à família e aos amigos, à sociedade em geral. Suponho que consegue, espero que não esteja a pedir-lhe algo demasiado difícil, imaginar as pressões que essa muçulmana iria sofrer para abandonar aquilo em que, mal ou bem, acredita. Tão tolerantes que somos... A pressão ou intolerância cultural existe em todo lado, muitas vezes não tem nada a ver com a religião, e frequentemente actua a um nível sub-reptício. Só não vê quem não quer, ou não tem capacidade para tal.
  • Sem imagem de perfil

    HélderEga 14.01.2009 12:25

    Eu não falo de "pressões sub-reptícias" do tipo: "a tua nora é uma desavergonhada, se fosse comigo..."
    Estava a pensar mais em cargas de porrada, proibição de estar na mesma divisão em que estão homens não familiares, de sair à rua, conduzir e outras "modernices" ocidentais.
    Não nego que a mulher do seu exemplo sofresse pressões, também dependeria do meio social e familiar em que estivesse. Mas comparar essas pressões com o que se passa na esmagadora dos países muçulmanos é um pouco forçado.
  • Sem imagem de perfil

    viana 14.01.2009 12:41

    Está claramente muito bem informado sobre o que acontece à maioria das mulheres (muçulmanas ou de outra religião) na esmagadora maioria dos "países muçulmanos".... Tomara eu ter acesso a essa informação. Faz o obséquio de me indicar onde a posso encontrar? Ou resulta de observação in loco?... Suponho que está consciente de que muitos tratos culturais duma sociedade nada têm a ver com a religião predominante nessa sociedade. Há apenas algumas décadas atrás era muito comum no interior de Portugal as mulheres taparem os cabelos em público, e serem proibidas de estarem sozinhas com homens que não familiares. Será que eram todas muçulmanas?! Será que os seus descendentes andam agora por aí disfarçados, prontos para tomar o Poder quando o Sinal vier?...
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Links

    blogs

    media