Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Duplicidade intelectual

Em Janeiro do ano passado, alguns docentes e discentes da Universidade La Sapienza em Roma protestaram a presença de Bento XVI  na abertura do ano académico. Os estudantes de Física foram  particularmente veementes no protesto e planearam uma série de eventos para assinalar a coisa que incluíam um concerto rock (Bento XVI considera a música rock «expressão de paixões elementares que, nos grandes concertos musicais, assumiu carácter de culto, ou melhor de contra-culto que se opõe ao culto cristão»), um desfile gay contra a homofobia do Papa e uma Lectio Magistralis «em defesa da ciência contra o obscurantismo católico».

No post no De Rerum Natura em que dei conta do sucedido, todos os católicos que visitaram o espaço de debate manifestaram o seu repúdio pelo que classificaram, entre outros epítetos igualmente simpáticos, de fascismo. O Ludi recorda-nos no seu blog que um dos católicos cá do burgo que mais se desdobra em ataques sortidos à laicidade em geral e aos ateus em particular, foi particularmente duro face ao «claro bloqueio à liberdade de expressão», ao «triste incidente diplomático», «enorme falta de educação e civismo», e  «triste prova de pensamento obscurantista e não dialogante».

 

As reacções católicas nacionais não são muito originais apenas repetem, em tom na maior parte das vezes mais moderado, as que se sucederam em todo o mundo, com a cristianovitimização que se esperaria (documento em formato pdf da Academia Aquinas), muitos rasgos de roupa e carpiduras de perseguição.

Entretanto nos Estados Unidos, há cerca de dois meses que a notícia mais debatida em prime time (uma mera googlada devolve mais de 4 milhões de entradas sobre o tema) é algo análogo mas em que os papéis foram revertidos, isto é, o reitor de uma universidade católica endereçou um convite a um laico - no sentido de defensor da laicidade - para discursar na abertura do ano académico. Acresce que esta personalidade laica é Barack Obama, a quem a hierarquia católica move uma guerra (já não tão) surda desde os primórdios da campanha que o elegeu a propósito principalmente do aborto, embora a posição de Obama em outros temas, como a investigação em células estaminais, mereça igualmente a reprovação vaticânica.

 

A universidade em causa tem uma longa tradição de convidar o presidente eleito a discursar neste evento e uma ainda maior tradição em outorgar-lhe uma distinção. Nada disso obsta a que o convite tenha despoletado o que Peter Seinfels no NYTimes chamou há dois dia de clima próximo da guerra civil, com bispos como Robert W. Finn de Kansas City a ulularem dos púlpitos que os católicos estão em guerra contra os servidores do Demo que não aceitam a posição católica de total repúdio do aborto em qualquer circunstância. O tom mais moderado parece vir do arcebispo que foi de  St Louis* e agora dirige o Supremo Tribunal do Vaticano, Raymond Burke. Burke considera apenas o maior escândalo imaginável que tenha sido convidado pelo reitor da universidade de Notre Dame o presidente, que considera ter uma agenda anti-família e anti-vida (ao contrário do grande defensor de óvulos e espermatozóides G.W. Bush).

 

Os católicos nacionais que se desdobraram em verberações sortidas da «vergonha» que aconteceu em La Sapienza (Bento XVI cancelou a visita com medo dos protestos), desdobram-se agora, depois de recordados do «incidente», em justificações espúrias sobre as supostas «diferenças» que tornam necessário acabar com a palhaçada que seria Obama discursar numa universidade católica. Ou seja, em pouco mais de um ano, protestos à escolha reitoral da personalidade cujo discurso inaugura o ano académico passaram de absolutamente reprováveis a completamente louváveis.

 

*Em 2006, Raymond Burke excomungou os seis membros do conselho de direcção da igreja de St. Stanislaus Kostka e o seu padre polaco, Marek Bozek, por uma questão financeira, mais concretamente por o conselho de direcção recusar ceder a propriedade da Igreja e o controle financeiro da paróquia à arquidiocese. Há pouco mais de um mês, Bento XVI acedeu às pretensões de Burke e expulsou Bozek das hostes clericais católicas.

 

20 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media