Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

A luxúria da inteligência

O Nome da Rosa foi o livro que apresentou Umberto Eco a muitos da minha geração, e eu não fui exceção. Teria uns 17/18 anos quando foi publicada a tradução portuguesa, ainda estava na (maravilhosa e saudosa) fase da leitura compulsiva, não largava um livro até que o acabasse e este foi devorado (eheh felizmente não tinha um Jorge de Burgos por perto e os envenenamentos não acontecem em "devorações" não literais).

Como aconteceu com vários livros de Eco posteriormente, voltei a ele várias vezes. Dessas revisitações do Nome da Rosa há uma de que guardo especial recordação, foi quando acompanhei a leitura tendo à mão o Histoire intellectuelle de l'Occident médiéval de Jacques Paul e abençoei muito quem inventou os índices onomásticos. Foi um exercício particularmente curioso porque para um não erudito há uma série de ínfimos pormenores que passam ao lado e quando os descobrimos, ou nos são mostrados, a diversão da leitura aumenta exponencialmente (é como ver o Schrek e descobrir as piscadelas de olho à história do cinema). Se um dia o puderem fazer, recomendo. Adiante... 

Sei que toda a gente me chateia por causa da francofonia mas, paciência, esta conversa de 1982 merece. Amusez vous bien com a "luxúria da inteligência". 

3 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media