Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

Descubra as diferenças (final)

W. Clode, médico contemporâneo de Gentil Martins, publicou na Revista da Ordem dos Médicos (ROM) um artigo onde comparou a homossexualidade ao daltonismo. Reagi assim, na ROM, pedindo responsabilidades à publicação médica - não se tratava de um órgão de comunicação social generalista, Clode não estava a dar uma entrevista de vida, no IPO, Clode não era um decano da medicina nacional. Mais, Clode não era reincidente.

 

Quanto a Gentil Martins, aqui decidi não tomar conhecimento e aqui optei pela ridicularização. Desta vez, porque achei que os dislates clínicos e deontológicos já ultrapassavam o razoável, pelo conjunto de razões que já aqui referi e porque me pareceu que a convicção de impunidade era absoluta e insustentável, mal li a sua entrevista ao Expresso da semana passada pedi a atenção da OM e em especial  do bastonário ("linquei" Miguel Guimarães num post que coloquei num grupo fechado a médicos, no FB). Nada que a OM não tivesse feito recentemente com outros clínicos – aqui e aqui, por exemplo.

 

PS:Já tendo apelado à deontologia de outras classes profissionais, e à sua Ordem, estranho seria não o fazer agora, a bem da minha coerência.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 25.07.2017

    1. Da próxima vez que for a um médico em vez de um diagnóstico espero que lhe aplique uma lei.
    2. A homossexualidade foi descaracterizada como doença porque não cumpria os requisitos necessários para o ser, como aconteceu com a "esquizofrenia simples" ou, em sentido contrário, com a "fibromialgia" (esta passou a ser uma entidade clínica específica nos instrumentos classificativos)
    3. Quanto ao resto... *suspiros*
  • Sem imagem de perfil

    Pinto 26.07.2017

    Com o seu primeiro ponto pretende argumentar o quê? Que na Ordem dos Advogados há liberdade mas na Ordem dos Médicos a coisa é diferente? Que não pode haver liberdade na Ordem dos Médicos? Trata-se, tanto num caso como no outro, de opiniões de especialistas, de pessoas que se especializaram em determinada ciência e que, como em tudo, há diversas opiniões. 
    O seu ponto um só demonstra a falta de argumentos. 
    Quanto ao segundo ponto é aquela posição fanática e reveladora de imaturidade intelectual (que não se adquire apenas com o acumular de anos a respirar) do "a ciência diz que". Quem foi o senhor ciência que disse que não cumpria os requisitos? Foi uma votação. Uns entendiam de uma forma e outros de outra. Prevaleceu a maioria mas não foi criado um dogma.
    E ainda hoje assim acontece. Gentil Martins, Adriano Vaz Serra, João Marques Teixeira, Margarida Cordo, Maria José Vilaça são de uma opinião que não é a sua. Que é que a senhora faz? Menoriza as suas opiniões, ridiculariza-as (e sem se aperceber ridiculariza-se) e, cereja no topo do bolo, ameaça com processos. 
    A sua atitude é a maior demonstração da agenda ideológica que sustenta esta palhaçada e os tiques autoritários que sempre caracterizaram aqueles que vivem com essa agenda ideológica debaixo do braço. Você daqui a uns anos será vista como a política camuflada numa profissão com o claro intuito de promover a ideologia e fazer calar os dissidentes. 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Arquivo

    Isabel Moreira

    Ana Vidigal
    Irene Pimentel
    Miguel Vale de Almeida

    Rogério da Costa Pereira

    Rui Herbon


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    • Fazem me rir

      So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

    • Anónimo

      Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

    • Anónimo

      Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

    • Anónimo

      "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

    • Anónimo

      apos moderaçao do meu comentario reitero

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    Links

    blogs

    media