Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

ficção nuclear

Gostava de dar um recado aos responsáveis do programa NXT, da TVI 24: caros(as) senhores(as), não sei de que orçamento dispõem, deve ser baixo, deve ser miserável, eu commpreendo. Mas se é para passarem só bonecos, se calhar não se justifica o programa existir. Pior, se  é para induzirem os espetadores em erro com traduções absurdas, é pior ainda: não apenas não serve para nada como ainda enganam as pessoas. Falo do programa que passou há meia hora, hoje.

Não, não estou a falar de português correto, elegante ou literário. Esse, que desapareceu das televisões e está em extinção na imprensa e nas crónicas, não se espera que faça a sua aparição num programa sobre ciência. Estou a falar de vocabulário científico básico. Vejam lá que até eu, um das "Humanidades" pouco acima de grunho em matérias científicas (as genuínas), dei por ela. O vosso tradutor, que deve formação idêntica à minha, não. Bah tudo tretas, qué quisso interessa, para quem é, marcha tudo, não é? É mais ou menos isso, a gente sabe.

Falo da diferença entre fusão e fissão. Agora faço de conta que tendes todos 4 anos. "Nuclear fusion" é "fusão nuclear", não "fissão nuclear"; a primeira é o possível e várias vezes anunciado El Dorado do futuro da Humanidade em termos energéticos (a frio, a quente ou a morno); a segunda (a cisão do átomo) é "energia nuclear", mas também Chernobyl, Hiroxima, The Day After. Passar minutos a ouvir cientistas a falar das esperanças da nuclear fusion mas lê-los a anunciar as maravilhas anunciadas da fissão nuclear é um crime de lesa ciência neste país onde, ehr, não se pode dizer que a cultura científica impere. Se os vossos "programas de divulgação da ciência" servem para meter mais confusão na cabeça das pessoas, oh porra, então limitem-se ao que sabem fazer, que são reality shows.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media