Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

just kidding?

Comentar a vitória de Trump já vem tarde, já toda a gente o fez, já quase tudo foi dito e escrito em rescaldo e reflexão. Já vi anunciado o apocalipse e já li comentários de apelos à calma. Gostava muito de acreditar nestes últimos, tanto nos sensatos como nos tolos, que dizem que tudo não passou de uma estratégia eleitoral, de um golpe genial, que o candidato não será o presidente, que Trump apenas disse uns dislates e que rapidamente "assentará" perante o peso da responsabilidade inerente ao cargo, o Partido Republicano e os mecanismos da democracia americana. Prova? o discurso de vitória. "ah lá está, estão a ver?". Estou a ver o Luís Delgado, na SIC Notícias, a dizer isso mesmo.

Era tudo a brincar, portanto? Não creio.

1. a mensagem. Trump ganhou porque apelou aos sentimentos mais egoístas, nacionalistas e intolerantes de cada eleitor. Egoísmo, nacionalismo e intolerância: os interesses da América acima de tudo, a América que faz os aliados pagar pela sua proteção, a América que não aceita desvios, a América da Lei e da Ordem. A América só, contra tudo e contra todos, se necessário. Se alguém acredita que Trump irá tornar-se subitamente adepto do multilateralismo, das parcerias geostratégicas, das parcerias para a paz, gabo-lhe o otimismo, que afigura-se-me próximo do delírio. À primeira crise internacional se verá.

2. o descrédito da democracia. Em primeiro lugar, das duas, uma: ou Trump faz o que prometeu ou não. Esta é má, a primeira é pior. Em qualquer dos casos, será o descalabro da democracia como a conhecemos. Se não cumpre o que prometeu, então estamos perante a farsa mais dramática da nossa era: doravante passará a fazer escola e tornar-se-á receita de sucesso eleitoral o uso extremo da promessa bombástica, populista, ridícula, xenófoba ou irrealista. Se cumpre, bem, então estamos todos condenados. Em segundo lugar, a competência, a prática, o conhecimento e a preparação política deixaram de ser qualidades e passaram a ser defeitos. Quanto mais impreparado, bronco, estúpido e reconhecidamente mentiroso for um candidato, mais presidenciável será.

3. o mimetismo. Desprezar os estrangeiros, as diferenças, a inteligência e os Direitos Humanos era algo envolto em vergonha e desaprovação social. Já não é. Foi dada licença para a discriminação aberta e às claras, para o menosprezo pelas mulheres, para o renascimento da hostilidade contra imigrantes, afroamericanos, latinos, não-cristãos. Está lançado o apelo aos ataques racistas, homofóbicos ou misóginos, alicerçado na ignorância, no preconceito e na estupidez mais elementar. Como parte do mundo imita o que América faz, o exemplo vai proliferar; e como a restante parte, pelo contrário, se tornará inevitavelmente mais anti-americano, estamos conversados sobre o que aguarda o mundo nos tempos próximos.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media