Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

limpidez laranja

Teresa Leal Coelho e Luís Montenegro discutiram. Aquela terá dito que "passou a imagem de que o PSD recorreu a expedientes dilatórios para travar um projecto de lei do PS sobre a co-adopção", ao que este terá defendido que, "se o PSD desistir do referendo, vai dar razão aos que acusam o partido de utilizar manobras dilatórias para travar o projecto de lei do PS". Portanto, tudo se resume a não dar razão ao PS. Logo, nem pensar em desistir do referendo. Presume-se que foi para isso que o partido elaborou uma proposta. Mas esta é inconstitucional. Faça-se outra? Reformular as tais perguntas? Isso poderia ser feito nos "próximos dias", "mas o Presidente da República deverá marcar eleições europeias «nas próximas duas ou três semanas»". Deixe-se portanto tudo como está. Ou seja, em sítio nenhum. Depois das europeias, não faltarão novos pretextos para adiar. Mas e se o PS avançar para a votação em plenário? Ah aí, Montenegro "espera que não seja essa a posição dos socialistas e recorre a uma declaração do líder da bancada quando disse, há uma semana, que o assunto «não era prioritário»". Estratégia? Garantir "a compatibilização entre a dificuldade legal e a não prioridade do assunto". É tudo muito claro. Podia ser "a incompatibilização entre a facilidade legal e a prioridade do assunto", mas assim fica melhor. E se não resultar? Bom, nesse caso, "«os deputados do PSD assumirão as suas responsabilidades e farão a votação»", e "será dada liberdade de voto". Espera aí, espera aí, mas quando a dita foi concedida, a coisa não correu mal? e não foi para garantir que iria, digamos, correr bem, que foi recusada, na memorável sessão da votação do referendo? Quando Teresa Leal Coelho se demitiu de vice-presidente da bancada? Na tal disciplina de voto que foi imposta mas que ninguém sabe quem a ordenou? Aguardam-se os próximos desenvolvimentos, interessantíssimos para a história parlamentar portuguesa, da novela. Quanto aos pais, às mães e às crianças afetadas por este bric-a-brac, que esperem, façam apostas, tenham paciência. Talvez se fartem, desistam, emigrem, desapareçam. Que se lixem.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media