Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

os azares do Silva

Silva, Filipe Silva, mais precisamente "senhor subcomissário Filipe Daniel Macedo da Silva" como decerto gosta de ser tratado e que Magalhães, o cidadão Zé Magalhães, não cumpriu. Já todos  percebemos várias coisas: que o Silva tem fama de durão, gosta de mostrar quem manda e não hesita em desancar em quem não revela o respeitinho que ele próprio exige; que teve um comportamento inaceitável, a todos os títulos; e que mentiu. As imagens que chocaram o país e correram mundo mostram, sem grande margem para dúvidas, e a principal testemunha (a pessoa que forneceu água às crianças) confirma, que não houve insultos nem cuspidela, nem farda rasgada, nem nada disso. Logo, que a versão que o Silva foi contar aos colegas e que declarou o auto é falsa. Agiu da forma a que está habituado, mas desta vez teve azar. Vários e acumulados.

1. Estava lá a televisão; se não estivesse, o Magalhães bem que podia estrebuchar no dia seguinte à imprensa, que esta, no turbilhão informativo, limitar-se-ia a reportar um caso episódico de queixa de alegado abuso de autoridade e de duas versões não coincidentes. Ninguém ligaria grande importância. 2. O Magalhães levava duas crianças consigo; se estivesse só, tudo seria diferente. 3. O Magalhães é branco, adulto, um cidadão "normal" que explicou tudo de forma clara e convincente. Fosse ele cigano ou negro, um adolescente rasta de aspeto pouco convencional para os nossos padrões, de discurso atabalhoado ou com forte sotaque, e o clamor de indignação, aposto, seria bem menor. Não? ah pois não, que ideia. 4. O impacto das imagens obrigou imprensa, comentadores, autoridades, colegas, sindicatos da polícia a pronunciar-se e a marcar posição, arrastando o assunto para os cabeçalhos informativos muito para além dos 5 minutos habituais. 5. O episódio trouxe novamente para a ribalta o recorrente tema da violência policial e da formação e responsabilização dos agentes, mas também da impunidade e do corporativismo da polícia. O Silva arrisca-se a sofrer uma punição dura, mas apenas para acalmar o clamor popular. Posso imaginar que pensará como o Jô Soares, numa famosa rábula: "só eu? cadê os outros?".

O Silva teve azar. Agrediu sem motivo e mentiu. Mas continua em funções. E, com sorte, e se tudo lhe correr subitamente de feição, há-de passar por entre os pingos da chuva. Não seria certamente o primeiro caso. E eu não coloco as minhas mãos no fogo em como será o último.

 

7 comentários

Comentar post

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

blogs

media