Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

jugular

os azares do Silva

Silva, Filipe Silva, mais precisamente "senhor subcomissário Filipe Daniel Macedo da Silva" como decerto gosta de ser tratado e que Magalhães, o cidadão Zé Magalhães, não cumpriu. Já todos  percebemos várias coisas: que o Silva tem fama de durão, gosta de mostrar quem manda e não hesita em desancar em quem não revela o respeitinho que ele próprio exige; que teve um comportamento inaceitável, a todos os títulos; e que mentiu. As imagens que chocaram o país e correram mundo mostram, sem grande margem para dúvidas, e a principal testemunha (a pessoa que forneceu água às crianças) confirma, que não houve insultos nem cuspidela, nem farda rasgada, nem nada disso. Logo, que a versão que o Silva foi contar aos colegas e que declarou o auto é falsa. Agiu da forma a que está habituado, mas desta vez teve azar. Vários e acumulados.

1. Estava lá a televisão; se não estivesse, o Magalhães bem que podia estrebuchar no dia seguinte à imprensa, que esta, no turbilhão informativo, limitar-se-ia a reportar um caso episódico de queixa de alegado abuso de autoridade e de duas versões não coincidentes. Ninguém ligaria grande importância. 2. O Magalhães levava duas crianças consigo; se estivesse só, tudo seria diferente. 3. O Magalhães é branco, adulto, um cidadão "normal" que explicou tudo de forma clara e convincente. Fosse ele cigano ou negro, um adolescente rasta de aspeto pouco convencional para os nossos padrões, de discurso atabalhoado ou com forte sotaque, e o clamor de indignação, aposto, seria bem menor. Não? ah pois não, que ideia. 4. O impacto das imagens obrigou imprensa, comentadores, autoridades, colegas, sindicatos da polícia a pronunciar-se e a marcar posição, arrastando o assunto para os cabeçalhos informativos muito para além dos 5 minutos habituais. 5. O episódio trouxe novamente para a ribalta o recorrente tema da violência policial e da formação e responsabilização dos agentes, mas também da impunidade e do corporativismo da polícia. O Silva arrisca-se a sofrer uma punição dura, mas apenas para acalmar o clamor popular. Posso imaginar que pensará como o Jô Soares, numa famosa rábula: "só eu? cadê os outros?".

O Silva teve azar. Agrediu sem motivo e mentiu. Mas continua em funções. E, com sorte, e se tudo lhe correr subitamente de feição, há-de passar por entre os pingos da chuva. Não seria certamente o primeiro caso. E eu não coloco as minhas mãos no fogo em como será o último.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media