Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jugular

Preso pelo Twitter

No dia 6 de Janeiro, Paul Chambers estava preocupado com o encerramento do aeroporto, devido ao mau tempo que assolava a Inglaterra, donde planeava voar no dia 15 de Janeiro. Resolveu ventilar essa preocupação no Twitter de uma forma que considerou humorística:. "Robin Hood airport is closed. You've got a week and a bit to get your shit together, otherwise I'm blowing the airport sky high!!"

 

Aparentemente a polícia inglesa não achou muita piada ao tuite e, uma semana depois, Chambers foi detido, interrogado durante quase sete horas, preso mais uma hora e só depois libertado sob fiança. Agora aguarda, até 11 de Fevereiro, informação sobre se será acusado de conspiração para criar uma ameaça de bomba. Entretanto, os detectives que o interrogaram confiscaram-lhe o  i-Phone, o portátil e o computador de casa. Chambers foi ainda suspenso do seu trabalho enquanto aguarda uma investigação interna e foi, alegadamente, banido para o resto da sua vda do aeroporto de Doncaster.

E tudo um tweet levou

Depois de dois dias sem rede (auto-disciplina e não problemas de acesso) hoje, depois de pôr as leituras em dia, resolvi espreitar o Twitter para ver quais os assuntos mais falados. Entre eles encontrei a hashtag Jan Moir, que resolvi pesquisar. 

 

Descobri imediatamente que a aparente popularidade da opinadora do Daily Mail se devia às piores razões. Jan Moir aproveitou a morte de Stephen Gately, tornado famoso primeiro com a Boyzone e depois com a sua saída pública do armário - um inédito para um membro de uma boys band -, para escrever um artigo pseudo-moralista e homofóbico que está prestes a bater todos os recordes de queixas à autoridade competente, a Press Complaints Commission (PCC). A spin doctor do Daily Mail resolveu dar largas à sua imaginação efabulando sobre as causas da morte da pop star, que recusou deverem-se a um problema genético, insinuando que a verdadeira causa da morte se encontrava «Under the carapace of glittering, hedonistic celebrity, the ooze of a very different and more dangerous lifestyle has seeped out for all to see». 

 

Este estilo de vida muito diferente e perigoso, um sinónimo para Moir de homossexualidade, segundo a iluminada senhora  «stikes a blow to the happy-ever-after myth of civil partnerships» esclarecendo imdiatamente que se referia às uniões de facto homossexuais: «Gay activists are always calling for tolerance and understanding about same-sex relationships, arguing that they are just the same as heterosexual marriages

 

O artigo levantou uma onda de protestos no Twitter, em particular por parte de Stephen Fry e Derren Brown ( que têm conjuntamente mais de um milhão de seguidores), que se expandiu rapidamente por toda a internet e imprensa escrita. Esta onda de indignação pelo jornalismo de sarjeta levou mesmo à retirada de publicidade, a pedido do Marks&Spencer, da página online onde o artigo figurava.  O Independent explica hoje como a popularidade da hashtag que me surpreendeu há minutos ilustra bem o poder das chamadas redes sociais:

 

I rest my twitter

 

 

 

A Babel dos tempos que correm não me convenceu.

Com a malta da jugular, como é sabido, já falo via circulares do Rato (chega e sobra). No demais: passei uns momentos a trocar mimosos insultos com o imberbe Jorge C, mas para isso já me chega a jugular; e umas discordâncias amistosas com a ATTeles (bonito perfil). Reeencontrei algumas pessoas (Lucy, cujos quadros, desde os tempos do afixe, continuam em lugar de destaque na minha sala - não tens um blog activo, moça?; Cat) que justificarão umas Direct Messages ou, porque não?, uns arcaicos emails.

Feitas as contas, podem continuar a seguir-me aqui.

Já twitto

E já percebi como é que aquela coisa funciona. É uma conversa nonsense entre o Paulo Querido e o Arcebispo de Cantuária, certo? Um pergunta uma coisa, o outro responde como se a pergunta tivesse sido outra e estivesse a falar com outro indivíduo. Às vezes aparecem outras pessoas. Ontem tentei falar com a João e com a Ana, mas não me passaram cartão - veio a fuckitall dizer-me para não me meter com as amigas dela. Muito divertido, acho que já estou viciado.

 

Angelina? Podes seguir-me aqui.

 

(Fui acossado por uma grande dúvida enquanto fazia este post. Sendo isto um blogue, devo linkar para o twiiter ou para o blogue dos referenciados? Tentei imaginar o que é que o Bruno Aleixo faria e decidi-me pelo link convencional, para evitar que o ninja me venha matar.)

Arquivo

Isabel Moreira

Ana Vidigal
Irene Pimentel
Miguel Vale de Almeida

Rogério da Costa Pereira

Rui Herbon


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Fazem me rir

    So em Portugal para condenarem um artista por uma ...

  • Anónimo

    Gostava que parasses de ter opinião pública porque...

  • Anónimo

    Inadmissível a mensagem do vídeo. Retrocedeu na hi...

  • Anónimo

    "adolescentes e pré-adolescentes pouco dados à int...

  • Anónimo

    apos moderaçao do meu comentario reitero

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

blogs

media